PLATAFORMAS ORBITAIS, Sem categoria

DADOS ASTER COM ACESSO ILIMITADO

      Para os trabalhos de identificação de alvos e mapeamento de áreas de operações, seja com perspectivas bidimensionais ou tridimensionais, é muito importante a disponibilidade de imagens de média, alta ou altíssima resoluções, como apoio ou mesmo como fonte de dados, para os diversos tipos de produtos necessários. Um destes sensores, que possui imagens de boa qualidade é o ASTER.

       O sensor ASTER (Advanced Spacebone Thermal Emission and Reflection Radiometer) é um dos instrumentos a bordo do Satélite TERRA (EOS-AM1), o qual foi lançado em 18 de Dezembro de 1999, como o primeiro sistema de observação da Terra da NASA e encontra-se em funcionamento até hoje.  Seu desenvolvimento foi uma parceria entre a NASA, o Ministério de Economia, Comércio e Indústria (METI) do Japão, o Instituto Nacional de Ciência Industrial Avançada e Tecnologia (AIST) do Japão, e a empresa sistemas espaciais Japão (J-spacesystems).

      O ASTER consiste em três subsistemas de sensores: VNIR (Visible and Near Infrared), SWIR (Shortwave Infrared) e TIR (Thermal Infrared). As imagens ASTER apresentam 14 bandas ou canais espectrais dando cobertura radiométrica desde o espectro visível até o espectro do infravermelho térmico.

      Adicionalmente à visada vertical, o sistema possui um segundo sensor com visada para trás da mesma órbita, que registra só no espectro do infravermelho próximo (IVP), a qual permite gerar pares estereoscópicos, junto à banda nadiral no IVP, e por consequência, permite gerar um Modelo Digital de Elevação (MDE). O ASTER é o instrumento de mais alta resolução espacial do satélite EOS AM-1 e o único que não adquire os dados continuamente.

      As imagens ASTER são disponibilizadas em vários níveis de correções, dos quais, o nível “1A” é o mais simples, com as imagens individuais e os dados radiométricos e geométricos, para realizar todas as correções, tendo sido adquiridas de forma paga até março deste ano. 

      Em 01 de abril de 2016, o Centro norte americano ”Land Processes Distributed Active Archive Center” (LP DAAC) começou a distribuir imagens da Terra do sensor ASTER, capturadas ao longo de todo o globo, sem nenhum custo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

      Anteriormente, somente produtos selecionados dos Estados Unidos e seus territórios e um produto global de elevação estavam disponíveis publicamente. Novas cenas serão distribuídas das que serão adquiridas e das arquivadas. O LP DAAC funciona como uma parceria entre o ”United States Geological Survey” (USGS), o ”National Aeronautics and Space Administration” (NASA) e a sua divisão de observação da Terra,  ”Earth Observing System Data and Information System” (EOSDIS).

      Por fim, fica nítido o ganho advindo desta nova possibilidade ”gratuita” de aquisição de imagens ópticas de média resolução e, principalmente, de imagens de radar (pares estereoscópicos) com resolução de 30 metros, ideais para a geração de Modelos Digitais de Elevação e, por consequência, para das técnicas que envolvam o estudo do terreno em operações.

REFERÊNCIA: 

-https://lpdaac.usgs.gov/user_resources/outreach_materials/aster_no_charge_promo, visitado em 06-04-2016.

-http://earthexplorer.usgs.gov/

Padrão